5 sintomas de suposta alergia que significam na realidade algo pior

Na primavera é fácil pensar que essa congestionamento, essa tosse e esse chato corrimento nasal constante são problemas decorrentes da alergia, em vez de pensar que há algum outro problema. A partir de então, o que não é fácil é descobrir o que é, na realidade, o que provoca alguns sintomas.


Associar todos esses problemas, a alergia pode-se supor que estamos passando por alto algo mais sério, obviando a necessidade de agir. Não ajuda nada o fato de que uma alergia sem tratamento pode provocar infecções crônicas dos seios nasais, dos ouvidos, problemas de sono e asma, o que dificulta o tratamento.


“O tratamento das alergias é muito diferente do de um resfriado ou uma gripe”, ressalta a Dra Beth E. Corn, do Mount Sinai Hispital, em Nova York, e porta-voz da Asthma and Allergy Foundation of America.


“Se você tratar uma infecção viral com anti-histamínicos (o remédio habitual de alergia) o paciente é submetido aos efeitos secundários do fármaco, como letargia, quando na verdade o que precisa é de um antitusivo e muito líquido”, continua. “Quanto mais cedo se diagnosticar, antes se pode agir para melhorar os sintomas”.


Devem procurar os sinais de que os sintomas NÃO correspondem a alergia, mas a uma infecção, como sinusite, um frescor ou a gripe.


5 sinais de que os sintomas NÃO são causados por alergias.


1. O muco é verde. Na verdade, é (ainda!) mais feia, e é um sinal de infecção.


2. Tem febre. Os afrontamentos e os arrepios NUNCA vão associados com alergias.


3. Dor nas bochechas e maçãs do rosto. “As alergias podem causar opressão em que os seios nasais, ao redor dos olhos e nas têmporas, mas se a dor se estende para as maçãs do rosto e até mesmo para os dentes pode revelar um processo inflamatório habitual nas sinusite, mas NÃO no caso das alergias. Este tipo de inflamação pode exigir tratamento com antibiótico”.


4. Tosse… mas não somente tosse. “Há que olhar para os sintomas no seu conjunto; é difícil diferenciar entre uma tosse alérgica e uma causada por um gotejamento pós-nasal associado a um vírus. Se apresenta tosse com algum outro sintoma da lista, é algo mais sério do que alergia”, explica Corn.


5. Congestionamento + mau hálito. Uma congestão intensa é reveladora da alergia, mas pode ser causada por muitas coisas. Se você estiver acompanhado de mau hálito ou um sabor estranho na boca, provavelmente revela algum tipo de infecção.


Se você acha que pode estar doente (ou seja, que não se trata de alergia): vá ao médico para diagnosticar adequadamente os seus sintomas e instituído tratamento adequado.


4 sinais de que seus sintomas se devem à alergia


1. Uma combinação de congestionamento nasal, irritação de garganta, nariz escorrendo, aperto os olhos e coceira nos ouvidos.


2. Os sintomas duram mais de duas semanas. Se as dificuldades persistirem, (mesmo se não piorar) em um par de semanas, provavelmente trata-se de alergia.


3. O muco é amarela ou transparente ou branco-amarelada: tudo indica alergia.


4. Está bem o resto do ano. Se a sibilancia (“pitos” ao respirar) e a tosse asma aparecem mais ou menos, quando as plantas florescem acaso é pouco provável, certo?


Se você acredita que tem alergia


Considere tomar um anti-histamínico. O ideal é que fale com o seu médico (alergistas em concreto) para que indique, com precisão, o que é adequado. Na impossibilidade de ir ao médico, o farmacêutico poderá sugerir um pulverizador nasal, ou um anti-histamínico que não necessitem de receita médica. E para melhorar!

Medicamentos que podem afetar sua vida sexual

Como podem causar disfunção sexual: Os antidepressivos podem causar problemas em todas as áreas da função sexual, provavelmente, ao bloquear a ação de três químicos cerebrais que transmitem sinais entre as células nervosas: a acetilcolina, serotonina e noradrenalina.


As reações adversas de clomipramina (Anafranil), por exemplo, incluem a incapacidade de ejacular (segundo informa mais do que 40% dos homens que tomam este medicamento), impotência (segundo informa, pelo menos, 15 % dos pacientes) e a diminuição da libido (segundo informa, pelo menos, 18% dos pacientes).


Opções: Consulte com seu médico sobre a possibilidade de diminuir a dose (efeitos colaterais sexuais, regularmente, estão relacionados com a dose) ou se, no seu caso, podem funcionar da mesma forma ou até melhor das terapias que não necessitam de medicamentos. Talvez você também queira analisar se pode mudar de medicamentos, em especial se você é uma pessoa de idade e está a tomar um dos antidepressivos tricíclicos, que são considerados potencialmente inadequados para os idosos.


4. Antipsicóticos


Por que prescrevem: Os antipsicóticos são usados para tratar a esquizofrenia, o transtorno bipolar e outras doenças psiquiátricas graves. Às vezes, são prescritos os antipsicóticos para tratar a agitação e a depressão, entre outras, sem que o seu uso está previsto na bula para estes casos.


Como podem causar disfunção sexual: Todos os antipsicóticos bloqueiam a dopamina, um químico cerebral que ajuda a regular as respostas emocionais e a controlar os centros cerebrais responsáveis pela gratificação e o prazer. Além disso, aumentam os níveis do hormônio prolactina, o que pode causar disfunção erétil, diminuição da libido e as dificuldades para chegar ao orgasmo. E, como os antidepressivos, bloqueiam a ação da acetilcolina, o que, segundo os cientistas, pode causar problemas em todas as áreas da função sexual.


Tem sido difícil determinar os efeitos secundários que têm estes medicamentos em atividade sexual, já que muitas das patologias psiquiátricas para as quais são usados, estão sim relacionadas com os problemas sexuais. No entanto, em vários estudos realizados, a incidência de disfunção sexual que se relaciona com os antipsicóticos varia entre 45 % e 90 %.


Opções: Consulte com seu médico sobre a possibilidade de reduzir a dose ou trocar o medicamento antipsicótico. Se lhe foi diagnosticado, a você ou a alguém próximo, um destes medicamentos para o tratamento da depressão e agitação, que é gerado pela doença de Alzheimer, consulte o seu médico imediatamente. Os antipsicóticos aumentam o risco de morte em pacientes idosos que sofrem de demência.


5. Benzodiazepínicos


Por que prescrevem: Os benzodiazepínicos, comumente conhecidas como tranquilizantes, são usados para tratar a ansiedade, a insônia, a agitação e os espasmos musculares, e para evitar as convulsões.


Como podem causar disfunção sexual: acredita-Se que as propriedades sedativas e de relaxamento muscular das benzodiazepínicos diminuem o interesse sexual, a excitação e a sensação. Os benzodiazepínicos também podem interferir na produção da testosterona, um hormônio importante para o desejo sexual, tanto em homens como em mulheres.


Os problemas sexuais mais comumente relacionados com os benzodiazepínicos são a diminuição de orgasmo, dor durante as relações sexuais, disfunção erétil e problemas de ejaculação.


Opções: Muitos pacientes que sofrem de ansiedade ou insônia leve não precisa em absoluto de benzodiazepínicos. E para os transtornos citados (acima), existem tratamentos alternativos com e sem medicamentos. Por exemplo, a melatonina, em doses que variam desde os três até os dez mg antes de deitar-se, às vezes, ajuda a restaurar os padrões de sono saudáveis. As pessoas de idade avançada não tem que tomar atropina (Benadryl), ou qualquer sonífero cujo nome termine em “PAM”. Fale com o seu médico.

Depressão pós-parto

Algumas mulheres vivem sentimentos encontrados depois de dar à luz. A alegria de ser mãe se mistura com raiva, choro e até rejeição a seu parceiro ou ao bebê. Existem muitos fator é que provocam a depressão pós-parto, entre eles o súbito dos hormônios, a responsabilidade de cuidar do novo integrante da família e até a aparência física, são alguns deles.


Ter tido um parto difícil, uma gravidez perigoso e o abandono da família, são situações que provocam depressão. Outro fator que incide nesta doença, é a aparência física. Os quilos a mais, podem gerar tristeza. “Tornam-Se irritadiças, pode atrapalhar o sono e ter alterações na rotina alimentar”. Este tipo de depressão pode durar meses ou até anos, por isso você deve atender a tempo para evitar problemas na educação do pequeno.


Sintomas


Você pode estar sofrendo de depressão pós-parto se tiver os seguintes sintomas:



  • Tristeza persistente

  • Sentimentos de culpa

  • Ataques de pânico

  • Pensamentos suicidas

  • Sentir que nada é divertido

  • Falta de concentração

  • Ansiedade

  • Irritabilidade

  • Problemas para dormir

  • Cansaço extremo

  • Distúrbios em sua alimentação

  • Rejeição de seu bebê

Tratamento


Não afetar a amamentação é o principal objetivo na hora de lidar com este tipo de depressão. Os médicos recomendam medicamentos naturais e chás de ervas.


Subtrair a importância a esta doença pode chegar a afetar não só a saúde mental da mulher mas também do desenvolvimento do bebê.”É importante procurar ajuda, manifestar o que se sente e consultar de tempos em tempos, porque isso é que o tratamento seja mais fácil e eficaz”. Os remédios naturais e as infusões à base de camomila são os tratamentos que se recomendam para não afetar a amamentação.


Os especialistas também aconselham as mães se afastar do bebê durante alguns minutos, quando o ataque de uma crise depressiva.


Antes de tudo, é fundamental consultar sempre um especialista, que irá guiá-lo para o tratamento mais adequado de acordo com cada caso.


Como posso evitar?


A primeira coisa que você deve fazer é serenarte e tentar não pensar muito nos problemas ou no futuro do bebê. Só aproveite o seu filho recém-nascido e do seu tempo livre, tentando limitar o vôo de idéias e ocupándote também de ti. Descanse e tente não sobre o exigir. Quando você vê que não consegue, pede ajuda.


Também é importante que conversa muito com o seu parceiro sobre seus medos e preocupações, deixando claro o que acontece. Ele pode ajudá-lo e apoiá-lo, sempre e quando perceber que você confia nele. Façam planos juntos sobre o cuidado do bebê e conversando sobre quem é a pessoa indicada para ajudar em casa.


No entanto, às vezes a relação com o seu parceiro não está bem, nesse caso, recomendamos que procure o apoio de amigos e outras mães que se possa contar o que acontece. Relaxe, lembre-se que o estresse leva diretamente para a depressão. Alimente-se corretamente, e se você se sente muito ansiosa, recomendamos que assista a uma aula de ioga, meditação ou natação.

Gravidez

A rejeição é um dos sintomas da depressão, motivo pelo qual os médicos pedem para as famílias acompanhar a nova mãe nessa difícil fase. “Não apenas um bom acompanhamento do marido, da mãe, da família, das mulheres, das amigas; antes, que todos estejam pendentes da mulher que acabou de dar à luz”.


 

10 Benefícios De Saúde Do Óleo De Coco (O #3 É O Meu Favorito)

O óleo de coco é um dos poucos alimentos que pode ser considerado um superalimento.


Sua combinação única de ácidos gordos pode ter um efeito muito positivo em sua saúde.


Entre os benefícios que lhe são atribuídas ao óleo de coco são: perda de peso, melhora a função cerebral e outros benefícios mais.


Aqui menciono 10 benefícios do óleo de coco que foram testados em estudos científicos em humanos.


1.- O óleo de coco possui uma combinação incrível de ácidos graxos, que lhe dão incríveis propriedades medicinais


No passado, o óleo de coco era visto como um alimento ruim para a saúde, pois contém gordura saturada. É verdade que o óleo de coco é um dos alimentos com mais gordura saturada que o homem conhece, 90% das gorduras que contém são gorduras saturadas.


No entanto, os novos estudos nos últimos anos estão mostrando que a gordura saturada não é prejudicial. Um isso resultaria de estudos epidemiológicos futuros parceiros (é o melhor tipo de estudo), em que estiveram envolvidos centenas de milhares de pacientes, constatou que é um mito que a gordura saturada produz doença cardiovascular ou enfremedad coronariana. Não se encontrou evidência significativa entre a gordura saturada e a doença cardiovascular ou coronariana. (1)


Isso não significa que você pode alimentarte de qualquer tipo de gordura saturada, há muita diferença entre a gordura saturada do óleo de coco, a gordura saturada de umas batatas fritas de fast-food. A segunda vai lhe causar sérios problemas.


A gordura saturada do óleo de coco não é a típica gordura saturada que encontras na carne ou queijo.


Contém triglicerídeos de cadeia média, que são ácidos graxos de comprimento médio.


A maioria de nossa dieta consiste em ácidos graxos de cadeia longa, os ácidos graxos de cadeia média são metabolizados de forma diferente.


O óleo de coco passa diretamente do trato digestivo, no fígado. É metabolizada no fígado para ser usado como fonte de energia ou se transformam em corpos cetónicos. Isso pode ser terapêutico para doenças do cérebro, como a epilepsia (de fato antes da epilepsia se tratava com uma dieta à base de corpos cetónicos chamadas dieta cetogénica) ou a doença de Alzheimer.


aceite_de_coco_para_adelgazar


2.- Os povos que consomem muito óleo de coco estão entre os povos mais saudáveis do mundo


Aqui no mundo ocidental é raro consumir o óleo de coco.


Mas não é assim em todo o mundo.


Os habitantes de Tokelau, um povo que vive em um arquipélago localizado na Oceania, no sul do oceano Pacífico, 60% de todas as calorias consumidas em um dia vêm do coco.


São os povos que mais gorduras saturadas consumidos em todo o mundo.


Essas pessoas estão em excelente estado de saúde, sem qualquer sinal de doença cardíaca ou coronariana. (2)


Outro exemplo de uma população que consome grande quantidade de óleo de coco são os habitantes de Kitava, uma ilha de Papua-Nova Guiné, onde não se encontrou doença cardiovascular. (3) (4)

tokelau

3.- O óleo de coco ajuda a queimar gordura do estômago, aumentando o consumo de energia


Os triglicerídeos de cadeia média no óleo de coco podem aumentar o consumo de energia em comparação com os ácidos graxos de cadeia longa. (5) (6)


De 15 a 30 gramas de triglicerídeos de cadeia média podem aumentar em 5% o consumo de energia por dia, isto equivale a 120 calorias queimadas por dia sem exercício extra, de acordo com um estudo, ainda se ocupam mais estudo sobre este tema, já que o estudo só foi em 8 pessoas. (7)


como emagrecer a barriga


4.- O ácido dodecanoico dentro do óleo de coco pode matar alguns tipos de vírus, bacterios e fungos. Ayúdando para evitar infecções


Quase 50% do ácido graxo presente no óleo de coco é ácido dodecanoico.


Quando o óleo de coco entra no trato digestivo, é digerido por enzimas específicas, as quais também produzem monolaurina ao digerir o óleo de coco.


A monolaurina e o ácido dodecanoico podem matar alguns tipos de vírus, bactérias e fungos patogênicos. (8)


Entre as bactérias que mata se encontra o Staphylococcus aeurus (uma bactéria muito perigosa) e candida albicans, uma das infecções por fungos mais comuns. (9) (10)


5.- O óleo de coco ajuda a perder peso, você perde a fome, te fazer comer menos sem que o notes


O óleo de coco diminui a sua fome.


Isto pode dever-se à produção de cetonas, foi associado a redução do apetite a presença de cetonas. Como mencionamos antes, as cetonas são produzidos pelo metabolismo dos triglicerídeos de cadeia média.(11)


Em um estudo de 6 homens saudáveis se comparou a ingestão de triglicerídeos de cadeia média contra a ingestão de triglicerídeos de cadeia longa.


Os homens que consumiram triglicerídeos de cadeia média consumiram 256 calorias a menos do que o grupo com triglicerídeos de cadeia longa. (12)


Em outro estudo em 12 homens saudáveis verificou-se que a ingestão de triglicerídeos de cadeia média na manhã levava ao consumno de menor calorias diárias (13)


Nenhum dos estudos foi realizado acabei por muito tempo. A teoria é que se consumir o óleo de coco por longos períodos de tempo tem um efeito sobre a diminuição de seu peso a longo prazo.


remédios naturais para emagrecer


6.- Os ácidos graxos presentes no óleo de coco podem diminuir as convulsões, dado que se torna corpos cetónicos pelo fígado


Uma das funções principais da dieta cetogênica é usá-la como tratamento para a epilepsia refratária em crianças.(14).


Este tipo de dieta consiste em alimentarte de grandes quantidades de gordura, proteína normal, e apenas 5% de hidratos de carbono.


Por alguma razão, a presença de corpos cetónicos diminui a freqüência de convulsões em pacientes para crianças com epilepsia.


Como o óleo de coco é metabolizado em corpos cetónicos no fígado é utilizado para induzir cetose em pacientes epiléticos para crianças, para poder consumir um pouco mais de carboidratos na dieta. (15) (16)


7.- O óleo de coco pode ajudar a diminuir o seu colesterol e ajuda a evitar doenças do coração


O óleo de coco tem grandes quantidades de gorduras saturadas, que não causa dano ao coração, como antes se pensava.


As gorduras saturadas aumentam o HDL (colesterol bom) e converte o LDL (o colesterol ruim) em níveis de colesterol mais benigno. (17)(18)


Em um estudo 40 mulheres obesas viu-se um aumento do HDL e diminuição do colesterol LDL. (19)


Teoricamente, a redução dos marcadores de risco cardíaco devem levar a uma diminuição do risco cardíaco. Não encontrei estudos futuros parceiros aleatórios, que falaram sobre este ponto.


 


8.- O óleo de coco pode ser usado como um protetor para o dano do cabelo, hidratação da pele e protetor solar


O óleo de coco tem muitos usos para além de funcionar como alimento.


Pode-Se usar como creme hidratante para os pacientes com pele seca (20).


Em outro estudo verificou-se que o óleo de coco previne danos do cabelo (21).


Bloqueia 20% dos raios ultravioletas quando usado como protetor solar (22).


O óleo de coco pode ser usado como óleo de tração, um processo ancestral para lavar a boca e eliminar as bactérias sem danificar seus dentes (como alguns enguajes orais). (23)(24)


9.- Os ácidos graxos podem ajudar a melhorar a função cerebral em pacientes com doença de Alzheimer


Os pacientes com mal de Alzheimer parecem ter uma reducia capacidade de utilizar a glicose como fonte de energia dentro do cérebro.


Os corpo cetónicos são uma alternativa para o cérebro como fonte de energia. Acredita-Se que os corpos cetónicos podem reduzir os sintomas da enferemedad do mal de Alzheimer. (25)


Em um estudo de 20 pacientes com uma forma leve da doença de Alzheimer foi uma melhoria quase imediata ao consumo de triglicerídeos de cadeia média. (26)


Se continua a estudar o uso de triglicérides de cadeia média, como alternativa para o tratamento da doença de Alzheimer. (27)(28)


10.- O óleo de coco pode te ajudar a perder gordura


O óleo de coco parece ser eficaz em diminuir a gordura, que se encontra ao redor do estômago. É o tipo de gordura mais perigosa associada a várias doenças metabólicas.


Em um estudo 40 mulheres obesas utilizou-se 30ml de óleo de coco ao dia por 12 semanas encontrou-se uma redução significativa do IMC e da circunferência da cintura (29)


Em outro estudo de 20 homens obesos que consumiam 30ml de óleo de coco por dia, encontrou-se uma diminuição de 2.86 cm de cintura em um período de 4 semanas. (31)


Não são perdas muito significativas, mas tenha em conta que é périda de peso sem fazer exercício ou cambir seus hábitos alimentares.


Outras recomendações sobre o óleo de coco


O óleo de coco vendem em qualquer loja de alimentos saudáveis ou orgânicos.


Se você quer ter os benefícios que menciono neste artigo é que deve comprar o óleo de coco orgânico. Não compre o óleo refinado.

20 looks fitness tendência para ir ao ginásio ou fazer exercício

A nova temporada obriga a se vangloriar de um tipazo de fitness girls. Tanto se você que pratica exercício físico ao ar livre, como se você optar por ir ao ginásio, descubra os nossos looks esportivos inspirados nas celebridades, blogueiros e it girls para fazê-lo com estilo, tendência e muito confortável para que você saia esplêndida de suas sessões de corrida, yoga, hiits ou spinning



  • Não tem que esperar a primavera para olhar tipazo quando se pode estar em forma de banir a preguiça durante todo o ano e, desde já!. Se você já deu o primeiro passo e você que não quer renunciar a ir cool ao ir ao ginásio ou praticar a sua disciplina favorita, com certeza vai gostar dos looks de fitness inspirados nas celebridades, blogueiros e it girls que te propomos. Além disso, propomos-lhe um shopping de roupas sporty e complementos perfeitos e tendência para ser a garota fit que melhor reflectem as tendências da estação que chega.

    Paula Ordovás de Mypeeptoes com seu outfit desportivo

    Foto: Instagram @mypeeptoes


    Como sempre, colocamos nossa lupa as melhores trendsetters que nos inspiram para se orgulhar de corpo em forma. Além disso, nesta nova temporada, todos eles o fazem com alguns looks que já queremos ter com peças para todos os bolsos, ou que se tornam um bom investimento a longo prazo.


    Desde leggings push-up com estampas futuristas, com efeito de lavagem ou geométricos, tank tops apertados em tons chamativos, prendedores que se colocar no peito em seu site ou tênis de corridaou para incondicionais ao yoga e outras disciplinas.


    Nós amamos as calças de tecidos que se ajustam ao corpo como uma luva, como os que levam as gurus do fitness, como Lorna Jane ouTracy Anderson, a atriz Charlize Theron, a topKarlie Kloss ou a blogueira Paula Ordovás, de Mypeeptoes. Também, se chiflarán os sapatos em cores neon que você pode combinar com suas t-shirts ou tops nesta gama que já têm Reese Witherspoon, Sascha Barboza ou Alessandra Ambrosio.


    E o que dizer da importância de um bom sutiã ou t-shirt que lhe permita tirar peito enquanto se move, sendo a mais trendy do centro de fitness ou de seu parque enquanto corre ou faz corrida com os primeiros sóis da temporada. Você Se transformou em um verdadeiro must de seu outfit para fazer esporte!


    Descubra os nossos 20 looks fitness para a sua disciplina favorita que te coloca em forma e nosso shopping sporty para acabar com a preguiça e fazer exercício.

    Tags:

    10 Efeitos Nocivos Do Tabaco Na Sua Saúde

    Cerca de um terço da população adulta do planeta é um fumante, o que significa que 1 bilhão e duzentos milhões de adultos tem o vício do tabaco.


    Todo mundo sabe que o tabagismo é um hábito pouco saudável, mas muito poucas pessoas sabem realmente a gravidade de suas conseqüências a curto e a longo prazo.


    Leia também o nosso guia sobre os 15 incríveis benefícios de deixar de fumar


    O Que Dizem As Estatísticas Do Tabagismo?


    De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o hábito do consumo de tabaco é o principal origem das mortes evitáveis no mundo.


    A Cada ano, mais de 5 milhões de pessoas morrem por motivos ligados ao consumo de cigarros.


    O tabagismo é responsável de forma direta de mais de cinqüenta tipos de doenças diferentes, por exemplo:



    • É a causa de 90% das mortes por câncer de pulmão.

    • 85 % das ocasionadas por enfisema e bronquite.

    • 30 % por câncer de boca.

    • 25 % por problemas cardíacos.

    • 25 % por acidentes cérebro vasculares (AVC).

    Os riscos não estão restritos a quem fuma, mas também para os fumantes passivos, que estão expostos ao fumo do cigarro e podem ser mais propensos a acidentes vasculares cerebrais e o desenvolvimento de câncer de pulmão, de até 30%.


    O tabaco é uma planta essencialmente consumida em forma de charutos, cujas substâncias nocivas, mais seus aditivos tóxicos, são responsáveis por diversas patologias.


    O tabaco é conhecido por causar diversos tipos de câncer (pulmão, garganta e língua), problemas das vias respiratórias (laringite e tosse crônica) e doenças cardiovasculares (angina, infarto, acidente vascular cerebral).


    Também é sabido que pode favorecer a impotência e infertilidade, diabetes e muitas outras dolefncias.


    Leia também o nosso guia sobre os 18 dicas para evitar um infarto em qualquer idade


    Dependência Da Nicotina


    A nicotina é o principal componente do tabaco que tem um efeito viciante. Demonstrou-Se que ativa certas áreas do cérebro, que são as encarregadas do controle das sensações de prazer.


    Seu efeito é muito rápido, fazendo com que seus valores atingem o seu nível máximo nos primeiros dez segundos de cada inalação. As pessoas que fumam charuto e cachimbo, assim como as que usam tabaco sem fumaça, absorve a nicotina de forma mais lenta.


    Poucos minutos depois de ter fumado um cigarro, costumam desaparecer os efeitos da nicotina, fazendo com que muitos querem acender outro cigarro para continuar obtendo prazer.


    10 Principais Efeitos Que Tem O Tabaco Sobre A Sua Saúde


    1. Câncer


    Cada cigarro é composto por mais de 4700 substâncias químicas, das quais mais de 40 são cancerígenas.


    Essas substâncias, ao entrar em contato com os tecidos do organismo de forma repetitiva, são capazes de agredir e danificar as células, aumentando a tendência de surgirem células com mutações, que darão início ao câncer.


    Os fumantes têm dez vezes mais propensos a desenvolver câncer, que os indivíduos que não fumam.


    O tabaco está relacionado principalmente com o câncer de boca e de pulmão. Também é responsável pelo desenvolvimento de câncer de laringe, faringe, esôfago, estômago, bexiga, pâncreas, fígado, cólon e reto.


    Leia também o nosso guia sobre o câncer de colón: causas, sintomas e tratamento


    2. Doenças Cardiovasculares


    O tabagismo favorece a formação de placas de ateroma, as quais diminuem o diâmetro das artérias, o que dificulta a passagem do sangue pelo bloqueio do fluxo sanguíneo.


    Tal condição pode produzir dores no peito, que pode evoluir para um infarto.


    Determinou-Se que 80% das vítimas de infarto do miocárdio e que são maiores de 45 anos, são fumantes.


    Outros efeitos cardiovasculares, que produz o consumo de tabaco, são a trombose venosa e a impotência causada pela obstrução das artérias que irriga o pau.


    3. Alergias


    O tabaco aumenta o risco de sofrer de rinite, sinusite, otite e conjuntivite alérgica, devido à irritação que provoca nas vias respiratórias.


    Você também pode atirar e agravar reacções alérgicas (não as causas, mas as amplifica).


    Leia também o nosso guia sobre os 8 remédios para conjuntivite


    4. Asma E Bronquite Crônica


    O tabagismo é a principal causa de doenças do aparelho respiratório, como a bronquite e a asma. O cigarro atua sobre a asma, agravando a freqüência, ritmo e intensidade das crises.


    A bronquite crônica é uma doença diretamente associada ao hábito do tabaco, ocasionando um grande número de mortes por ano (cerca de 2, 5 milhões de pessoas).


    Outro efeito é a falta de oxigênio sanguíneo ou hipoxia, que pode causar fadiga, perda de força e problemas cardíacos.


    A insuficiência respiratória pode agravar o uso de cigarros, produzindo falta de ar ao menor esforço, que pode necessitar do uso de oxigênio e de hospitalizações frequentes nos casos avançados da doença.


    5. Problemas De Pele


    O tabaco é o responsável pelas rugas precoces, devido à destruição do colágeno e a elastina, que são responsáveis pela elasticidade da pele.


    Além das rugas, a pele dos fumantes pode adquirir um aspecto amarelado ou esbranquiçado.


    São muito frequentes os problemas de cicatrização produzidos pelo consumo de tabaco.


    Leia também o nosso guia sobre as 12 melhores cremes para as rugas e anti-envelhecimento


    6. Problemas Bucais


    Adicional ao câncer de boca e de língua, o cigarro faz com que os dentes se tornem amarelos e que se inflamam as gengivas, o que pode aumentar o risco de perder peças dentárias.


    De igual maneira, pode causar rouquidão, um sinal típico dos grandes fumadores.


    Leia também o nosso guia sobre os remédios caseiros para a rouquidão


    7. Efeitos Sobre O Estômago


    A probabilidade de que surgem úlceras no estômago é maior em fumantes, bem como de refluxo gastro-esofágico. Aqueles que fumam têm maior tendência a sofrer de câncer de estômago e intestinos.


    8. Ossos


    Fumar diminui a resistência óssea, por isso, a probabilidade de um fumante desenvolver osteoporose é maior que a dos não fumantes.


    9. Sistema Reprodutivo


    Os efeitos do tabaco podem afetar o sistema reprodutivo masculino e feminino.


    Nos homens pode diminuir o número de espermatozóides e aumentar os riscos de impotência.


    Nas mulheres pode vir a alterar os níveis hormonais e produzir períodos menstruais irregulares.


    10. Gravidez


    Em mulheres fumadoras, o risco de aborto e parto prematuro é muito elevado.


    Quando a mulher grávida fuma, existem muitos perigos que podem causar danos ao seu corpo e ao do seu bebê.


    O tabagismo durante a gravidez, na grande maioria dos casos, é sinônimo de aborto espontâneo, hemorragias, malformações fetais, complicações com a placenta e bebês de baixo peso.


    Os riscos aumentam devido aos efeitos do monóxido de carbono e da nicotina circulando na corrente sanguínea, que podem causar alterações no sistema cardiovascular do feto, o que afeta os vasos sanguíneos em formação.


    Determinou-Se que pode haver atraso no desenvolvimento intelectual de filhos de mães fumadoras, assim como um maior risco de sofrer de pressão arterial elevada a partir dos 4 anos de idade.


    O cigarro pode causar complicações, antes mesmo da concepção, já que provoca baixa fertilidade. Tais efeitos são válidos para homens e mulheres.


    Assim que, para os futuros pais, a principal recomendação é deixar o hábito do tabaco desde antes de o bebê seja concebido.


    Além destes efeitos do tabaco, existem inúmeros aspectos que fumar é nocivo, a saber:



    • O tabaco altera os sentidos do olfato e o gosto.

    • Diminui sua energia e sua capacidade para exercitá-las adequadamente.

    • Sua aparência física é alterada pelo envelhecimento precoce, dentes manchados e mau cheiro das mãos e roupas.

    • Aumenta o risco de sofrer de ansiedade e depressão.

    • Afeta as relações interpessoais (família, amigos, casal, etc.).

    • É muito prejudicial para suas finanças, já que os custos para comprar tabaco e para tratar os problemas de saúde, são muito elevados e não valem a pena.

    • Em conclusão, o tabaco diminui consideravelmente a sua qualidade de vida.

    Alerta aos seus amigos sobre todos os riscos do tabaco, compartilhando este artigo interessante.

    10 Benefícios Da Moringa Para A Sua Saúde E Seus Efeitos Colaterais

    Moringa oleífera, mais conhecido como, moringa é uma planta pertencente à família das moringáceas originária do norte da Índia. Apesar de que é uma pequena árvore, seus ramos atingem os 10 metros de altura, com folhas e vagens comestíveis.


    Embora seja conhecida como a árvore milagroso por suas propriedades medicinais atribuídas desde há milhares de anos, não foi senão até 2008, quando o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, NIH, declarou-a como a planta do ano, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Terra.


    O NIH destacou que a planta tem um alto potencial para reverter os problemas ambientais e que pode atender suas necessidades ou carências de saúde em seres humanos (1).


    Estudos sobre a moringa comprovaram suas propriedades curativas para mais de 20 doenças e características nutricionais nos últimos anos. Os mesmos argumentavam que todas as partes da planta podem ser usadas tanto para comer como infusão ou usar óleo para lubrificar a pele.


    Foi determinado que o uso da moringa serve para as seguintes doenças, inflamações e dores.



    • Anemia.

    • Artrite.

    • Reumatismo.

    • Alergias.

    • Asma.

    • Câncer.

    • Constipação.

    • Dor de estômago.

    • Úlceras estomacais e intestinais.

    • Enxaquecas.

    • Problemas cardíacos.

    • Pressão arterial elevada.

    • Cálculos renais.

    • Prisão de ventre.

    • Desordens da tireóide.

    • Gengivitis.

    • Retenção de líquidos.

    • Infecções por bactérias, parasitas, vírus e fungos.

    A planta é usada na prevenção da gravidez, melhora o sistema imunitário, aumenta a produção de leite materno, é usado como suplemento nutricional ou tônico e afrodisíaco (2).


    A “árvore milagrosa” fornece vitaminas A, C e e, potássio, cálcio e proteínas. A moringa tem o dobro de proteínas do que o iogurte, três vezes mais potássio que as bananas, 4 vezes o conteúdo de vitamina A fornecidos pelas cenouras, 7 vezes o percentual de vitamina C da laranja e 4 vezes a concentração de cálcio do que o leite de vaca, de acordo com uma empresa fabricante e distribuidora de suplementos com moringa nos Estados Unidos.


    Este pequeno árvore é cultivada em países com clima tropical e subtropical, como os do continente africano, asiático, sul e américa Central e no Havaí.


    Benefícios da moringa



    A moringa é conhecida por suas propriedades naturais capazes de proteger o organismo da oxidação, alterações do intestino, problemas nas gengivas, de estômago, alergias, doenças do coração, alterações de tecidos e distúrbios na tensão arterial, entre outros danos ao corpo humano. (3)


    Nós chegamos juntos os 10 benefícios comprovados para a saúde, que traz a moringa.


    1. A moringa é muito nutritiva


    Nas folhas e vagens da moringa se concentram minerais como cálcio, cobre, cromo, ferro, manganês, magnésio e também de aminoácidos. A planta é uma boa fonte de vitaminas do grupo B, que favorece o sistema imunológico, a manter uma boa função celular e fornece energia para realizar as atividades diárias.


    2. A moringa é rica em antioxidantes


    Esta planta tem o beta-caroteno, fonte de vitamina A e de elementos antioxidantes, que combatem os radiais livres que danificam as células. No total, a moringa soma 46 antioxidantes, entre eles, quercetina e ácido clorogénico, que ajudam a baixar a pressão arterial (4) (5) (6) (7).


    Os antioxidantes protegem o organismo do dano celular e do envelhecimento prematuro fortalecendo a pele.


    Um dos fatores mais importantes, o que lhe confere caráter medicinal e nutricional da Moringa oleífera, é a sua ampla variedade de antibióticos, antioxidantes e nutrientes encontrados em quase todas as suas partes, de acordo com testes feitos em folhas e caule (8).


    Pela alta concentração de compostos que reduzem o estresse oxidativo e os problemas inflamatórios, suas folhas são utilizadas para diminuir o risco de adquirir doenças crônicas, estomacais, pulmonares, diabetes, hipertensão arterial, problemas de visão associados ao envelhecimento e até mesmo para prevenir o câncer de cólon.


    O uso das propriedades curativas da planta não causa efeitos colaterais na maioria dos casos.


    3. A moringa pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue


    Os estudos em humanos sobre o efeito da moringa na redução dos níveis de açúcar no sangue são muito pobres. Só há nenhuma evidência disso em animais (9)(10)(11).


    Os resultados de uma pesquisa sobre os efeitos da moringa, o curry e o melão amargo sobre a glicose e a resposta da insulina em pessoas com diabetes, e apontam que a primeira destas plantas tem efeitos positivos no controle da glicose sanguínea e nos níveis de insulina, ao ser consumid como parte de uma refeição rica em carboidratos.


    Esta conclusão, publicada em 2009, em um artigo na revista científica International Journal of Food Science and Technology, ampla que os resultados foram semelhantes para as três plantas avaliadas, mas os autores advertem que ainda são necessários mais estudos para identificar os fatores responsáveis por tais efeitos (7).


    Os níveis elevados de açúcar no sangue podem provocar diabetes e outros problemas metabólicos, além disso, corre-se o risco de ter um problema no coração, se este nivelamento é mantida.


    A Academia Sadat para o Manejo das Ciências, no Egito, determinou que pequenas doses de semente de moringa em pó, entre 50 e 100 mg/kg de peso corporal, aumenta a produção de enzimas do fígado, rins e pâncreas de ratos de laboratório, bem como o estado antioxidante quando comparado com os grupos controle, sem custo adicional de moringa.


    No estudo também foram medidas a hemoglobina glicosilada, glicemia em jejum e inmonoglobulinas (A e G), permitindo que todas diminuíram consumindo moringa nos grupos experimentais, o que significou uma melhoria na saúde renal, responsável pela regulação e a diminuição de complicações produto de diabetes (13).


    4. A moringa ajuda para a saúde digestiva


    moringa


    A moringa implica muito bons benefícios para combater a azia, gastrite e outros problemas digestivos.


    Verificou-Se que ingerir um suplemento de extratos de folhas de moringa é benéfico para o tratamento de úlceras gástricas. Alguns consumidores apontam que este método é mais eficaz do que os medicamentos convencionais, para combater os sintomas relacionadas a este desequilíbrio de estômago.


    Os efeitos do tratamento se sentirão poucas semanas depois de começar a consumir a moringa.


    A planta tem sido empregado em alguns medicamentos, como a tradicional da Índia, para a prevenção e tratamento de problemas do fígado, rins, ulceraciones no estômago, infecções e outras doenças digestivas por suas propriedades anti-inflamatórias (14).


    O óleo da moringa se favorece a combater os cálculos renais, infecções de urina, prisão de ventre, acúmulo de líquidos e a melhora da função hepática, com o que se desintoxica o organismo de toxinas, como metais pesados.


    5. A moringa ajuda a reduzir o risco de um problema do coração


    As investigações concluíram que a moringa, melhora significativamente a função do coração, evita potenciais riscos de ataques cardíacos e evita a formação de placas nas artérias.


    O organismo também se beneficia com a redução dos níveis de lipídios, como o colesterol e triglicérides, por isso esta planta “milagrosa” é recomendada para prevenir doenças cardiovasculares.



    6. A moringa ajuda a prevenir a anemia ferropénica


    A moringa tem mais ferro do que alguns vegetais, como espinafre e é precisamente a falta deste mineral, o que causa a anemia ferropénica, uma das mais comuns no mundo.


    O ferro é essencial para a produção de hemoglobina e glóbulos vermelhos necessários para combater esta fraqueza. A saúde está em risco quando a concentração de hemoglobina é muito baixa, algo que se pode evitar com a planta originária da Índia.


    7. A moringa pode ajudar a reduzir a inflamação


    A moringa distingue-se por ter compostos químicos-protetores que ajudam a reduzir a inflamação, um deles, o isotiocianato de benzilo.


    A esta planta também tem sido vinculado, propriedades anti-tumorais e compostos bioativos que mantêm livre ao organismo de acidez, um estado em que as células cancerosas proliferam.


    Os estudos mais recentes para aprofundar os resultados dos efeitos da moringa na inflamação foram em animais, tubos de ensaio, e muito limitados.


    8. A moringa ajuda para a saúde da pele



    Ingerir moringa habitualmente em chá ou infusão protegê-lo, irá prevenir doenças e manter a pele mais saudável.


    Seu óleo tem efeitos rejuvenescedores e relaxante, o maior órgão do corpo e é usado com frequência para fins estéticos como preventivo de rugas prematuras.


    O óleo da semente da moringa hidrata, lubrifica, é adstringente e desintoxicante. Também ajuda a neutralizar os efeitos de poluentes e retarda o envelhecimento precoce.


    O alto teor de proteínas da moringa favorece a proteção das células dérmicas contra danos causados por metais pesados como mercúrio e cádmio. Todas essas propriedades têm sido utilizadas para a elaboração de cosméticos e outros produtos para o cuidado da pele.


    Por seus componentes antibacterianos, antivirais e anti-fungal, a moringa é empregada em óleo para reduzir o pé-de-atleta, reduzir a inflamação causada pela acne, remover maus odores, tratar abscessos, contra a caspa, a gengivite, queimaduras e feridas (15, 16).


    Somado a todos esses benefícios, é usada para terapias relaxantes, massagens e aromaterapias. A moringa também está presente em hidratantes comerciais e condicionadores de pele.


    9. Efeito anti-envelhecimento e de equilíbrio hormonal


    Os resultados obtidos de uma pesquisa empreendida em 2014 para avaliar o efeito do uso de suplementos de folhas de moringa e amaranto em pó, sobre o perfil antioxidante e o estado oxidativo em mulheres na pós-menopausa, concluíram que o consumo desses aditivos produziu aumentos estatisticamente significativos, no estado antioxidante e uma diminuição dos valores de estresse oxidativo em mulheres que receberam suplementação diária com 7 gramas de pó de folha de moringa e 9 gramas de folhas de amaranto, também em pó.


    O objetivo do estudo foi determinar se esses suplementos poderiam ajudar a diminuir os problemas causados pelo envelhecimento, considerando que, durante a fase em que se encontravam as mulheres submetidas ao estudo, as enzimas responsáveis de evitar a oxidação diminuem consideravelmente.


    O ensaio experimental foi realizado em 90 mulheres em idades compreendidas entre os 45 e os 60 anos, divididos em 3 grupos de 30 a cada um, para os que se lhes forneceram diferentes níveis de suplementação.


    As análises antes e depois dos suplementos incluíram os níveis de retinol, ácido ascórbico, glutationa peroxidase, superoxido dismutase e malondialdehido. Também foram avaliadas a glicemia em jejum e os níveis de hemoglobina.


    Estes resultados indicaram que ambas as plantas possuem propriedades antioxidantes e potencial terapêutico para a prevenção de complicações durante a pós-menopausa, incluindo as variações hormonais que se apresentam nesta fase da mulher (17).


    Embora a moringa também tem sido utilizado por muito tempo como estimulante do apetite sexual, há evidências que apontam para uma diminuição da taxa de concepção. Além disso, melhora o funcionamento do sistema imunológico durante a gestação e estimula a produção de leite materno.


    10.- Estabilização do humor


    A moringa tem alto teor do aminoácido triptofano, essencial para ativar a liberação de serotonina que é o neurotransmissor responsável pelo equilíbrio do humor e preventivo da depressão.


    A sua riqueza em antioxidantes e substâncias que mantêm saudáveis o funcionamento da tireóide aumentam a energia, melhorar a libido, combatem a fadiga, a depressão, a insônia e evita alterações negativas de humor.


    Informações nutricionais da moringa


    O conteúdo protéico da moringa é de cerca de 27% com quantidades importantes de cálcio, ferro, fósforo e vitaminas A e C. Possui uma alta concentração de antioxidantes em suas folhas, entre eles, os isotiocianatos com propriedades anticancerígenas, hipotensores, hipoglicemiantes e antibióticas.


    As sementes desta planta contêm 40% de óleo, cujo 73% é ácido oleico, que lhe converte em um tão bom como o óleo de oliva.


    As sementes são utilizadas como purificadoras de água, porque as impurezas aderem a elas. Estudos apontam que a 0,2 gramas de semente moída podem transformar um litro de água contaminada no potável, por suas propriedades coagulantes.


    Estes elementos de origem também são usados para melhorar o sabor da água, já que, como ocorre com as impurezas, os sais que causam o seu sabor desagradável aderem a elas.


    O óleo de moringa é utilizado para cozinhar ou aplicar diretamente sobre a pele, pois retém a umidade, acelera a cicatrização de feridas e serve como calmante em peles secas ou queimadas pelo sol.


    A moringa é fornecido para crianças do terceiro mundo, com deficiência de vitamina A por todas as suas propriedades nutricionais. Esta fraqueza compromete a saúde dos infantes pela diminuição da atividade imunológica (18).


    Para maximizar as suas qualidades nutritivas, deve-se preparar um chá com as folhas secas para que libertem seus compostos. As folhas também podem moer e utilizar o pó como encapsulados semelhantes aos de venda comercial.


    Moringa contra matcha


    O matcha é um chá verde em pó extraído das folhas da planta Camellia sinensis, muito valorizada por seus benefícios à saúde. É conhecida como uma infusão um pouco mais poderoso que o chá verde tradicional, pelo seu maior teor de antioxidantes polifenóis e catequinas.


    A principal catequina do chá verde é o galato de galato, presente na matcha com uma concentração de 137 vezes mais que o chá verde tradicional. Quanto ao sabor, este é mais suave do que o chá verde comum.


    A moringa tem mais fibras e proteínas


    A moringa e a matcha possuem propriedades semelhantes, como a capacidade de diminuir as inflamações, contêm antioxidantes, que retardam o envelhecimento, melhoram a atividade imunológica e ambas são protetoras do cérebro e do coração, entre outras qualidades benéficas.


    São semelhantes também na aparência e modo de consumo, mas diferem no seu perfil nutricional, pois, embora em termos calóricos parecem, a moringa tem mais fibras, proteínas, cálcio, sódio, vitaminas A e C (19).


    A diferença no conteúdo de proteína se manifesta em uma desigualdade quanto à concentração aminoacidica, pois as folhas de moringa tem todos os aminoácidos essenciais, para síntese protéica, leucina, histidina, metionina, treonina, lisina, fenilalanina, valina, triptofano.


    A Organização Mundial da Saúde recomenda o uso de moringa para complementar uma dieta pobre em nutrientes e para evitar doenças nutricionais.


    O chá matcha tem um alto conteúdo de antioxidantes, como o galato de galato, EGCG, verificado como protetor do cérebro, substância que a moringa não fornece.


    O ideal será utilizar ambas as plantas como os suplementos mútuos para aproveitar ao máximo suas propriedades curativas.


    História e usos da moringa


    A Moringa oleifera é cultivado inicialmente na Índia e teve muito valor no mundo antigo, tanto que era utilizada por romanos, gregos e egípcios para a elaboração de perfumes e loções para a pele com o óleo das sementes.


    Este óleo também era utilizado para proteger a pele das pessoas em populações situadas em locais áridos.


    Os guerreiros, Mauryan, na Índia antiga, eram alimentados com extrato das folhas de moringa durante as guerras, pois acreditava-se que aumentava a resistência e força dos homens.


    O óleo da planta começou a ser utilizada com fins culinários, principalmente em saladas, na Jamaica, para o ano de 1817. Suas folhas eram muito valorizadas e incluídas em receitas locais.


    Em muitas regiões africanas e asiáticas, as folhas da planta são usados para a alimentação. Suas sementes e flores também são incluídos na dieta e empregos diversos, como o terapêutico.


    A oleífera é a moringa mais usada dos mais de 10 tipos que se acredita há no mundo. Se tem empregado em tempos de fome durante décadas em dezenas de países para combater a desnutrição, não só pelas suas características nutricionais, também por ser uma planta que cresce facilmente, onde outras não conseguem germinar.


    Antes de os primeiros estudos científicos sobre as suas propriedades, a medicina ayurvedica tinha incorporado desde há mais de quatro mil anos.


    Esta impressionante obra de arte da natureza, também tem sido utilizada para a recuperação de solos férteis, filtro de água, elaboração de óleos para a pele e medicamentos ou suplementos.


    Além disso, a decomposição da árvore melhoria dos cultivos de outras fontes de alimentos vegetais em terrenos praticamente estéril.


    Como usar a Moringa?



    A moringa é utilizado de diferentes formas para tirar proveito de suas propriedades. Por exemplo, nos Estados Unidos, é comercializado em cápsulas ou em pó, porque a importados da África ou da Ásia.


    Embora seu consumo não tem um gosto agradável, vale a pena gastar o seu sabor semelhante a uma mistura de espargos e rabanete picante (20).


    De acordo com o resultado de ensaios clínicos, pode-se consumir diariamente até 29 mg / kg de peso corporal, sem qualquer problema. Te apresentarei a seguir algumas maneiras de usar a “árvore milagrosa” para extrair tudo o que se possa aproveitar em benefício do organismo.


    Pó ou em folhas secas


    As folhas podem ser coletados durante as épocas de seca, quando não se encontram outros vegetais frescos disponíveis. São secas e trituradas para extrair seus benefícios. O ideal é tomar a moringa em cápsulas, em pó ou chá junto com a refeição. Nunca com o estômago vazio.


    Chá de moringa


    É preparado com as folhas secas, mas bem molhado em água quente e sem fervê-las, para que não se percam os nutrientes.


    Sementes


    As sementes encontram-se dentro das vagens. Extraem-Se, eles assavam ou secam como se costuma fazer com as porcas para manter o seu frescor. Também se podem usar moídas para purificar a água.


    Óleo


    Se consegue em qualquer loja naturista como óleo “Ben”. É necessário conservar em um local fresco e escuro. Pode ser usado localmente para a manutenção da hidratação da pele e como tônico para a pele.


    Como consumir a moringa?


    O primeiro é ter a certeza de ter em mãos um produto de qualidade em extrato ou suplemento. O primeiro deles é melhor.



    • Começa o consumo de moringa com uma colher de chá máquina de café diária os primeiros 3 ou 5 dias, regra de três dias, para ajudar o organismo a se adaptar ao horário de ingestão.

    • Embora se possa consumir em várias horas, o mais sugerido é tomá-la no café da manhã junto com outros alimentos. Também pode ser ingerido à tarde ou à noite para um melhor dormir.

    • Aumenta a dose de uma a duas colheres de chá após os primeiros 3 a 5 dias, valorizando os resultados que deseja alcançar e o seu estado de saúde vigente.

    Efeitos colaterais da Moringa


    A moringa tem também valores a destacar quanto aos efeitos colaterais em pessoas com condições médicas específicas, algumas sequelas delicadas, tanto como para não ignorar.


    Embora esta planta é muito útil para aqueles que sofrem de diabetes, porque diminui os níveis de açúcar no sangue, não o é para pessoas com hipoglicemia, pois poderia reduzir drasticamente os valores de glicemia, causando desmaios e até um estado de coma.


    Não recomenda-se consumi-la antes de ir dormir, se você sofre de insônia por seus efeitos energizantes. Neste caso em particular, o melhor é tomá-lo pelo menos 4 horas antes de ir para a cama.


    O motivo por que não se deve ingerir a moringa antes ou depois das refeições, pois pode causar azia.


    O consumo em excesso de infusão ou chá da planta pode causar diarreia por seu efeito laxante e natureza fibrosa, que favorece a limpeza de toxinas no organismo e a perda de alguns quilos. Se estes últimos são os seus objetivos, irás à casa de banho mais do que a média de vezes nos primeiros dias de ingestão.


    Não deve ser consumida durante a gravidez porque, assim como outras plantas tem suas contra-indicações durante esta etapa, em princípio, por seus altos níveis de vitamina A que possam parar o processo de divisão celular, prejudicando o crescimento fetal.


    O seu consumo durante a gravidez também pode causar contrações do útero potencialmente problemáticas durante este estado.


    Não haverá problema com um consumo controlado por um médico e em quantidades mínimas, mas nunca deve ser ingerida por conta própria durante a gravidez ou na amamentação.


    Apesar de todos esses efeitos adversos, a moringa em seus consumos orais ou em forma de óleo é normalmente bem tolerada pelo organismo. Tem sido assim por milhares de anos na história da humanidade.


    Não se descarta que algumas consequências negativas da moringa são causadas por sua mistura com ingredientes sintéticos nas inúmeras apresentações comerciais e não pela própria planta natural. É muito importante verificar o rótulo do produto para confiar que será consumido um suplemento de qualidade e puro.


    Você deve seguir as instruções do recipiente sobre a dose recomendada, ingerindo um máximo de 6 gramas por dia, durante 3 semanas, a forma mais segura de todas. As raízes ou seus extratos podem ser tóxicos (21).


    Conclusão


    A moringa tem um sabor forte e até desagradável. Dê tempo a seu corpo para que se adapte a ela e preste atenção a como a assimila, pois cada organismo é diferente e como já foi repassado, em alguns casos, podem apresentar efeitos colaterais.


    Não se esqueça de consultar o seu médico antes de introduzir moringa como suplemento alimentar e, mais importante ainda, para dar-lhe um uso terapêutico se quiser aproveitar ao máximo suas propriedades.


    Esta planta maravilhosa pode ser consumido em pó como complemento alimentar, beber em infusão e cápsulas de pó. As folhas de moringa são utilizados também como ingredientes na elaboração de biscoitos, saladas e outros alimentos. As sementes também se podem comer.


    Se ocorrerem alguns efeitos secundários como náuseas, diarréia, azia, entre outros sintomas, suspende seu consumo de energia e recorrer de imediato ao médico.

    10 Dicas de um fumante para largar o vício do cigarro

    PinCompartirWhatsAppTwittear

    Não deve haver um só fumante no mundo que não tenhamos pensado ao menos uma vez, deixar de fumar sem poder alcançá-lo.

    Nestes dias, todo fumante ou ex-fumante sabemos que este hábito pode matá-los, ou ao menos enfermarlos (mesmo ambiente), muito seriamente.

    Dicas para um fumante, para deixar o vício do cigarro

    Se unirmos as duas ideias: todo fumante, pelo menos, algumas vezes querem deixar de fumar, e todos sabem que é muito ruim, a lógica consequência deve ser a de que ninguém no planeta acender mais um cigarro.

    Claramente não é assim, se também é verdade que o número de fumantes, especialmente devido às intensas campanhas, vai sendo cada vez menor no mundo inteiro.

    Os motivos que ainda podem existir pessoas que mantêm o hábito de fumar são vários. Em primeiro lugar, é verdade que o cigarro gera o vício, o que pode deixá-lo ter um certo nível de dificuldade.

    O vício do cigarro é muito forte, mais forte que o vício em heroína.

    Um dos motivos mais importantes para que as pessoas continuem fumando, é que têm a forte convicção de que deixar o cigarro é quase impossível.

    Isso não é assim. Há que tomar algumas medidas para simplificar as coisas, mas qualquer fumante pode deixar de sê-lo, se tiver a verdadeira convicção de que é isso que ele quer.

    Veja também:

    Um passo fundamental é compreender a fundo o que é um vício. Em uma definição compreensível, um vício é uma conduta compulsiva que leva a uma ação, que em geral tem uma forte recompensa em termos de prazer (o fumante sente um enorme prazer com o cigarro), mas que têm muito consciente de que não é adequado.

    Em geral se acompanha de uma dependência psicológica, na maioria dos vícios, ou física (em algumas, mas sempre são controláveis com tratamento adequado). A manifestação dessa dependência se dá quando se suspende a vícios, é claro.

    Mas depois de tudo isso, há um ponto que é o mais importante: essa conduta é voluntária. Existe uma forte compulsão, mas o ato ainda é voluntário, portanto, controlável. O fumante, não o perseguem cigarros acesos que o obrigam a aspirar sua fumaça, voluntariamente leva o cigarro à boca e absorvido.

    Compreender isto tão simples, é a chave para parar de fumar: basta não colocar um único cigarro. É voluntário, é mais do que possível, é um fato, se realmente queremos fazê-lo. Vejamos agora como facilitar as coisas

    1.Se a quantidade de cigarros é muito alta, pode ser uma boa ideia diminuir a quantidade dos dias anteriores.

    Este passo não é indispensável, mas ajuda. Para isso, podemos começar a acender o primeiro cigarro do dia, uma hora mais tarde a cada dia. Baixe em forma sistemática: se fumava 30 cigarros, o dia 1 tem que ser de 20, o 2 deve ser, no máximo, 10, 3, 5 e, no dia seguinte, já não se fuma.

    2.Comunicar a todo o ambiente que temos deixado o cigarro.

    Isso ajuda mais do que parece.

    3. Preparar um plano prévio para os momentos onde o cigarro era inevitável.

    Por exemplo, depois das refeições, ou quando se toma um café. Como é provável ganhar um pouco de peso, podemos evitá-lo, em parte, planejando uma pequena caminhada após a refeição (o mesmo tempo que dura um cigarro) e tentando fazê-lo a um ritmo cada vez maior. Evitar o café, se é um hábito muito associado.

    4. Nos primeiros dias, há momentos em que o desejo de fumar é muito intenso.

    Fazer uma atividade qualquer, nesses momentos, ajuda muito. Algo que eu pessoalmente fiquei muito, é pensar, em duas horas eu posso fumar. Quando passar esse tempo, dar três horas a mais. Ao ver que passaram 5 horas e não ter fumado, aumentamos o tempo. A coisa boa sobre isso é que vamos controlando hora a hora, o que costuma ser muito eficaz.

    5. Pensar no que foi deixado para sempre, mas com metas diárias.

    Não fumo mais, mas só por hoje eu não vou cair na tentação de um único cigarro.

    6. Embora as recidivas ocorrem, não há que se sentir culpado por elas.

    Mas tentemos ao máximo evitá-las, lembre-se que é um ato voluntário.

    Fumava somente se fizermos coisas nesse sentido. O cigarro não tem nenhum poder que não lhe demos.

    7. Consultar com o médico.

    Antes de deixar quando a quantidade de cigarros é muito importante, ou o tempo de consumo é muito elevado, pode ser uma boa ideia, já que pode nos ajudar com algumas coisas. Pode ser importante receber vitaminas, ou até mesmo um sedativo suave em alguns casos.

    8.Um ponto muito importante é associar mentalmente o cigarro com algo que nos ocorrência de rejeição.

    Lembrar o primeiro cigarro, que em geral não foi agradável. A sensação de desmaio, falta de ar e cheiro desagradável devem estar sempre presentes.

    9.Não se preocupar muito se é dada uma certa ganho de peso.

    Na medida em que melhoramos fisicamente, também devemos ir aumentando a quantidade de exercícios, o que deverá reduzir a ansiedade e vai ajudar muito o fumante a voltar ao peso adequado.

    Veja também:

    10.Por último, algo que, pessoalmente, me ajudou muito.

    Não há que ser apresentado a si mesmo como um ex-fumante. Há que ser apresentado como um não fumante que cometeu um erro. No meu caso, um erro de vários anos, mas falha ao fim. O ser classificados como viciado em algo, porque nos predispõe. Deixar de fumar não só é possível, se realmente queremos fazê-lo é tão simples como não ligar nunca mais um cigarro.

    PinCompartirWhatsAppTwittear

    Pratos quentinhos e saudáveis para combater o frio

    1. Cozidos e potajes

    Os cozidos ou potajes dentre vegetal são as receitas mais completas para consumir no inverno. A combinação do que verduras, legumes e mesocarpo permite desfrutar a essas elaborações uma vez que prato único. E é ideal para transportar e trazer para o trabalho em uma garrafa térmica e se sentir satisfeito.

    • Caldo do que fabes com cogumelos:

    Primeiro você deve lavar e colocar de molho em água fria feijão branco ou fabes oito horas antes de cozinhá-las. Uma vez cozido, há que colocá-las em uma caçarola com a água do molho, um pouco com óleo com azeite e sal. Se cozerão com destino ao fogo médio. Quando começarem na direção de ferver, sairá uma espuma que haverá que retirar com a ajuda entre uma escumadeira.

    Uma vez retirada a espuma e quando leva uma hora a ferver, adicione um refogado feito com um quarto do cebolinha e alho retalhado em brunoise. Uma vez refogado, acrescentam-uma cenoura cortada em quadradinhos e, no último momento, uma bandeja com cogumelos também cortadas. Cozem feijão com legumes e os cogumelos durante 20 minutos. E quando estiverem cozidos, deixa-se repousar o caldo fora do fogo durante 15 minutos. Você coloca, não o sentido de ponto do sal, se necessário. É servido quente.

    2. Saladas temperadas

    Junto somente com potajes é possível tirar o frio e reconfortar o corpo. As saladas temperadas são uma opção muito recomendável para consumir no lar. Com um pouco entre tempo e boas combinações pode-se elaborar um prato saudável com vegetais crus com um toque dentre algum elemento quente, porquê umas cogumelos, um refogados com carne de peito do frango ou um pouco com frutos do mar com molho quente.

    • Salada dentre maçã com frango e molho temperada com mostarda:

    Se trocean os vegetais (alface, escarola e endibias), põem-se de molho e secar bem. Depois, se apresentam os pedaços a estes legumes misturados no meio do prato. Em seguida, descasque o tomate, retiram-se as pevides e corte-os em cubos e, além disso, corta-se a cebola em rodelas. São aditados os dois ingredientes a essa salada. Sem descascar as maçãs, se lhes tire o núcleo e o resto é cortada em pedaços pequenos, na direção de que haverá que orvalhar com suco com limão sobre ficam escuras, antes do que adicioná-los a essa salada.

    Cozinha-volta e volta a peito a galinha cortada em tiras finas e ligeiramente recheada com óleo do que azeite e sal, até dorarse a superfície, e se coloca acima da salada. Na mesma panela onde foi cozinhar o frango são adicionados seis colheradas em óleo de oliva, um pouco a do suco de laranja, uma colherada de mostarda dentre qualidade e uma colher de sopa com vinagre do que Opiniões. Se liga isto molho e quente, despeje sobre a salada temperada, justo no momento do que servir.

    3. Sopa em todas as suas variações

    Um do que os pratos fixos que tem que estar todo mundo as receitas de inverno é uma sopa, que revitaliza o corpo e o espírito. Sejam sopas de vegetais, do peixe e marisco, ou a mais rápida (a sopa do ave), levante prato é um clássico para os dias frios.

    • Sopa com pão velho com suco com músculos e ave:

    Em primeiro lugar, se cortam as verduras que se queiram utilizar lavadas e descascadas em pedaços grandes, para evitar que sejam desfeitas. A músculos e as coxas com frango se lambuzam com um pouco dentre óleo por azeite. E tudo isso é colocado em uma fonte que há que introduzir no forno em direção a 200 ºC, até que doure a superfície das verduras e do que músculos. Tire do forno e colocam-se as verduras, o mesocarpo e o frango em uma panela grande e elevação; se desglasa a placa do forno quente, com uma copa de vinho manchado e recuperam os sucos que saiam para a bandeja ao forno, vertiéndolos com destino à caçarola.

    Cobrem-Se os ingredientes em água e põe-se a panela tampada ao fogo até que comece essa ferver. Festeja a caçarola, é baixa a força do fogo, porque continue fervendo, mas mais suave, e vai-se retirando a espuma que se forma na superfície. Para isso se utiliza a escumadeira. Um segredo: se se vê que o sumo tem muitas impurezas, adicione água fria porque outra vez recupere a ebulição e continuem deixando as impurezas.

    Deixa-Se que o sumo continue cozinhando em direção ao fogo brando, durante quatro horas em uma caçarola normal; se cozinha com uma panela expresso, durante uma hora não sentido de máxima pressão. Quando a água estiver elaborado, passa através do coador chinês ou se coloca uma estameña (pano muito fino e poroso), se necessário, a fim de que as impurezas fiquem em ele. Uma vez feito o calor, coloca-se em direção ao ponto com sal e assim já terá um sumo com músculos e frango limpo e com cor dourada, pronto para usar.

    Depois, despeje um par de colheres de óleo em uma caçarola. Uma vez que estiver quente, são adicionados dois dentes dentre alho. E quando começar na direção de dorarse, acrescenta-se uma boa quantidade de pão em fatias muito finas, para ligeiramente temperados. Uma vez torrado o pão, adiciona uma colher de chá dentre pimentão doce e uma pitada a pimenta. Se cobre com o suco do que mesocarpo e ave, temperado e deixe cozer durante 40 minutos.

    Termina a receita triturar toda a sopa até formar um creme fino. Coloca-Se em direção ao ponto do que sal e incorporam um par com gema do ovo porque é cuajen dentre dentro da sopa: é possível deixar inteiras ou remover com finalidade de ficar porquê fios de ovos. Serve-Se muito quente, coroando com alguns pedaços dentre pão torrado e embebido na sopa.

    4. Ensopado leve

    Os segundos pratos também têm cabimento nas receitas dentre colher. É sempre um prazer consumidos com colher os pedacinhos com naco junto com o molho e a guarnição. Além disso, dentre este modo se ingere menos pão untando-o com o molho.

    • Ragu ao peru com cerveja:

    Há que aquecer cerca de quatro colheres de sopa de óleo do que o azeite virgem em uma panela grande e rehogar os pedaços do peru grisalho na direção do fogo forte até que perca a cor cru. Depois, se incorporam a cebola cortada em tiras, o alho ofendido finito, um copo com cerveja e, quando evaporar o álcool, o suco. É tampe a caçarola e deixa-se cozer cerca de 40 minutos depois que começar com destino a ferver.

    Retira-Se do fogo e deixe esfriar 10 minutos, com a panela tampada. Depois, tira-se o molho para a panela, é passado em coador chinês ou através de uma fábrica de alimentos e despeje acima do mesocarpo.

    Nascente ensopado resultado mais saboroso se você come no dia seguinte, a partir de sua elaboração. E se você quiser que o molho fique mais espesso, dentro de há mais o que acrescentar uma colher de chá a farinha com milho dissolvida em água e dar-lhe uma fervura com o propósito de ficar um pouco mais densa.

    5. Cremes e purês

    Em benefício último, dentro podiam faltar os cremes e purês. Além disso, dentre ser uma opção muito saudável, é também muito econômica, porque você pode dar saída com destino às sobras do potajes a partir de legumes ou com legumes que tiver na geladeira. Basta casar um par a batata, alho-porro e par do que cenouras com intenção de ficar um creme do que o mais saborosa.

    • Porrusalda com alface e agrião:

    O primeiro dentre estes é lavar uma alface, cerca de agrião e alho-porro e reservá-los. Em seguida, aquece-se um pouco entre óleo a partir de oliva em uma panela e rehoga uma cebola descascada e cortada em lâminas. Quando a cebola estiver transparente, adicione-lhe um par a cenoura, a alface, agrião e alho-poró desagregado em fatias. Se rehoga durante dois minutos e coloque as batatas descascadas e cortadas.

    Para Se molhar tudo isso com um l de água e cozinha-se na direção de fervura suave e contínua durante 20 minutos. Depois, é moída com a ajuda entre uma batedeira até obter um creme fino e uniforme. Se é excessivo grosso, pode acrescentar um pouquinho do que o leite ou a água. Coloca-Se para o ponto do sal e dá um novo fervura suave. No momento, do que servir, o purê é acompanhado dentre umas tiras do alho-poró frito.

     

    Agravo com psicofármacos e suas consequências

    Qualquer vez que se atende em direção a mais pessoas em problemas decorrentes do agravo aos psicofármacos, uma questão que afeta mais essa mulheres que não senso de homens, porque elas se consomem em maior medida. A primeira dificuldade para descobrir isto vício é que muitas pessoas são viciadas, mas em cima de são conscientes. Além disso, esses medicamentos são legais, fáceis dentre conseguir e, em cima de tudo isso, os tranquilizantes, baratos. Longe fica do perfil do viciado essa drogas ilegais, porquê a heroína, o associado não sentido de população marginal e com saco de saúde.

    Para Branca Brigos, psicóloga clínica do meio do desintoxicação Instituto Hipócrates, “o fator mais importante para falar com um vício dentro é o tempo que durar a tomada do que psicofármacos, mas a necessidade dentre tomar mais quantidade para obter os mesmos efeitos, a incapacidade dentre lidar com destino a situações do que a vida sem tomar um comprimido, o medo em direção a ficar sem elas…”. É um vício que afeta essa três níveis: o físico, porque o corpo pede mais doses; o intelectivo, pois, o pensamento para a pessoa está focado em obter ou consumir as pílulas; e o comportamental, porque algumas pessoas realizam ações que nunca fariam se em vez de terem a dependência.

    Os sintomas mais fáceis dentre detectar em secção entre amigos, familiares ou colegas de trabalho são “o isolamento, alterações de atitude ou humor, deixar com realizar atividades habituais, a perda ou a deterioração do que as relações sociais ou problemas no trabalho”, diz Fidel Riba, dirigente médico do Núcleo Terapêutico Marenostrum.

    Combinação habitual

    É raro que uma pessoa é viciada apenas em direção a esses medicamentos. A combinação mais comum é a dependência ao álcool e os psicofármacos, seguida do que álcool, cocaína e psicofármacos. “Muitas pessoas chegam na direção da clínica convencidas de que o seu problema tem que olhar apenas com um tipo de droga (lícita ou proibido) e devemos dizer-lhes que eles também têm um problema com os tranquilizantes”, comenta Brigos.

    Os psicofármacos têm sobre a bolsa notabilidade do álcool, a cocaína, a maconha ou heroína. Com base em disso, muitas pessoas com problemas do que dependência junto de são conscientes dentre fazer isso. “Porquê dos prescrito pelo médico, pensam que sobre passa a zero. No entanto, apenas se consomem bem em cima haverá nenhum problema”, explica José María Vázquez-Quem, psiquiatra especialista em dependência entre a Clínica Capistrano.

    Sobre a desafiar a ansiedade

    Uma explicação para o ataque dentre tranquilizantes é que muitas pessoas se acostumar com destino a evitar a ansiedade e as situações que o provocam. Preferem o atalho com o comprimido antes de enfrentar não sentido de os problemas com seus recursos pessoais e, assim, em ou aprendem em direção a gerir a sua ansiedade. Os afetados podem ser do que idades e níveis sociais muito diferentes, mas eles compartilham alguns traços comuns: sofrem de medo, costumam na direção de desenvolver sintomas depressivos, evitam as situações que lhes causam ansiedade e têm interiorizado que junto podem resolver os seus problemas sem drogas e, até mesmo, as tomadas antes a uma situação que, talvez, lhes possa criar ansiedade.

    Devido a outro lado, as pessoas viciadas têm uma predisposição biológica em direção a sê-lo. No interior de todo o mundo que toma psicofármacos ou que dentro de sabe enfrentar essa ansiedade desenvolve um vício. Todas as drogas que atuam no sistema de recompensa cerebral. “Quando um ato é agradável, o cérebro quer que se repita. Passa com o sexo, com a comida, com a diversão. E as drogas em geral atuam no nascente sistema”, explica Silva. Os tranquilizantes causam o efeito prazeroso para reduzir a ansiedade. Além disso, é um vício que junto de alerta: pouco com destino a pouco se aumenta a dose e chega um dia que já dentro há como voltar atrás.

    Além do que os fatores biológicos e psicológicos, é necessário apontar outras causas que provocam o contínuo aumento do seu consumo em Portugal. Vázquez-Quem põe o acento na saturação do sistema público de saúde, que deixa pouco tempo entre paciente, ao profissional e leva essa que ele “tira rapidamente o receituário. Ardor origina um outro problema, que a factura farmacêutica seja muito elevada”. Além disso, a psicoterapia privada exige um desembolso parcimonioso que dentro de todo o mundo está pronto para assumir.

    O tratamento

    Os especialistas recomendam que, sempre que se queira reduzir ou interromper o consumo com psicofármacos, se faça sob controle médico. Em Portugal existem várias clínicas dentre desintoxicação, onde aborda diferentes vícios. “Você tem que estar nas mãos de um profissional”, diz Silva. “Quando alguém entra, primeiro se investiga o que consome, e em que quantidade, para calcular o quanto você pode diminuir a dose sem que tenha síndrome dentre abstinência, que, no caso, com os tranqüilizantes, é muito baú”. Se uma pessoa viciada deixa dentre tomar os calmantes do que batida, vai sofrer uma síndrome do que abstinência, com náuseas, vômitos, tonturas, ansiedade e taquicardia.

    A entrada em uma clínica de desintoxicação com duração entre oito e dez semanas. A pessoa sai sem consumir zero e se realiza um acompanhamento que pode se arrastar por vários anos. O tratamento em ou se concentra apenas em expelir o consumo a psicofármacos, é necessário aprender essa reptar a ansiedade.

    “Em uma segunda temporada do tratamento, quando a pessoa está quase desintoxicada em um projeto físico, há que iniciar a temporada deshabituación”, comenta Brigos. O indivíduo sofre menos medos e é o momento em que deve começar para aprender que junto precisa de drogas. Ao preço de tanto, há que se ter cuidado com a ansiedade de um ponto dentre vista psicoterapêutico. Se trabalha a superfície cognitiva a fim de que possa modificar pensamentos desadaptativos (“posso enfrentar em direção a uma reunião no trabalho se, em vez de tomar um sedativo”), a emocional com técnicas com relaxamento e a comportamental, com o propósito de começar em direção a aceitar que tem de enfrentar essa situação de farmácia.

    A ANSIEDADE MOVE O MUNDO

    Essa ninguém gosta de sentir ansiedade, mas é necessária. É um mecanismo do alerta que avisa com algum perigo, seja ele real ou imaginário. Sentir ansiedade é a forma que tem a organização do que se preparar para resolver um problema. É positivo porque permite estar capacitados para reptar muitas do que as situações que ocorrem na vida: uma entrevista com trabalho, um exame, uma bolsa notícia, etc. Em cima de obstativo, chega a um ponto em que, para muitas pessoas, torna-se intolerável. Já em cima é adaptativa, mas bloqueia. Interfere na vida laborativo e social e, além disso, justificação desconforto. Os sintomas de ansiedade são muito variados: taquicardia, sudorese, palpitações, tonturas, tremores e pensamentos obsessivos e negativos, entre outros.

    Calcula-Se que cerca de 20% das pessoas sofrerão algum problema entre ansiedade durante a sua vida e os calmantes ajudam para combatê-la. Mas em ou devem se tornar uma solução eterna. São um bom remédio durante um determinado tempo e para um determinado problema, sempre sob prescrição médica. No caso do que a ansiedade interfira do que uma forma contínua na vida do que uma pessoa, é recomendável iniciar um tratamento psicoterapêutico. José María Vázquez-Quem se lembra de uma frase do filósofo Ludwig Wittgenstein: “A ansiedade é a alavanca que move o mundo”. Em sua opinião, obriga-se em direção a resolver os problemas, “mas, quando se apagam com psicofármacos, sobre resolvem e um conjunto de adapta-se não sentido das exigências da vida. É necessário fazer com que os problemas, mesmo que seja com ansiedade, para aprender, para superá-los”.

    Posturas para ter relações sexuais adequadas.

    Sexo: posturas e gravidez

    As posturas durante as relações sexuais e a sua possível influência a respeito das probabilidades com que a mulher fique grávida constituem um tema que já ofereceu lugar com destino a muitos mitos e crenças. Quais são as posições que favorecem a gestação? Há outras -uma vez que a prática do sexo entre pé – que reduzem os riscos?

    Os especialistas são cautelosos a respeito. Em princípio, a resposta é que: em ou há, pelo menos, dados, aceitável para a lei islâmica sobre do que que a postura em que se pratique a transação influa em cima das probabilidades com conceber. “Em ou há nenhuma sustentáculo científica, no interior de há zero demonstrado”, explica José Antonio Vidart, encarregado do Departamento do que de Obstetrícia e Ginecologia com a Universidade Complutense com Madrid.

    O mesmo é de opinião Isidoro Bruna, chefe com a Unidade entre Medicina dentre a Reprodução do Nosocômio Universitário Montepríncipe, em Madrid, que enfatiza que a adoção do que posições específicas “em vez de apenas em ou servem para zero, mas que neurotizan as relações sexuais”. Calor significa que, de acordo com o oriente mestre, fazer sexo apenas em posições que, em teoria, favorecem a gravidez seria até contraproducente.

    Dicas para engravidar

    No entanto, o próprio Vidart confessa que, essa as mulheres que desejam ficar no estado, aconselha que “depois do ato sexual permanecem deitadas de barriga para cima durante uns 10 ou 15 minutos“. O objetivo do senhor é que a lei da gravidade ajude na direção de esperma no seu caminho para as trompas do que Falópio, onde devem se encontrar com o óvulo com o propósito de ocorrer a concepção.

    De acordo com essa mesma lógica, fazê-lo a pé e manter-se depois na posição reduziria as possibilidades para que os espermatozóides cheguem até lá, ao longo do que o risco do que a gravidez seria menor. Mas Vidart reconhece que a eficiência dentre estas práticas “estão demonstradas”.

    Como os espermatozóides atinjam o óvulo

    A chegada do sêmen até o óvulo no interior de depende do que a gravidade, mas, com relação a tudo, com a própria mobilidade do esperma, é dizer, com sua habilidade para avançar entre si. A verdade, esse é um do que dos fatores que determinam a capacidade reprodutiva com um homem. De acordo com um estudo, a mobilidade entre os espermatozóides desce 0,7% todo ano, porque o relógio biológico também corre para os homens.

    Imagem: Zoe

    Os espermatozóides devem fazer um caminho muito difícil, com cerca de 20 centímetros para chegar até o fim com o seu curso, a trompa do que Falópio. Com entre os 39 e 300 milhões de pessoas que integram uma ejaculação normal, de acordo com a Organização Geral do que a Saúde, menos a 10.000 chegam em direção às proximidades do óvulo, a fim de que ao longo do fim de um dentre eles o possa fertilizar.

    Segundo o Estudo Pátrio a Porra em Jovens, publicado em 2008, quase a metade (49,4%), com os espanhóis a entre 18 e 30 anos apresentavam um sêmen com uma mobilidade muito baixa e 17,5% em cima de atingir a concentração mínima com espermatozóides (20 milhões até mililitro), em comparação com os critérios considerados normais, através da OMS.

    Relações sexuais com pé e outros fatores

    Em qualquer caso, a recomendação do que os especialistas do que a mulher permaneça deitada de barriga para cima após a transação pode respeitar uma vez que, de uma forma mais do que buscar a gestação, já que, em geral, em vez de representa maior esforço para ela. Dentre fato, há aqueles que vêem o orgasmo é uma questão evolutiva: o cansaço que produz e a conseqüente necessidade com repor as energias seriam uma forma de incitar na direção da mulher em direção a ficar deitada e, do que, dessa forma, propiciar a fecundação.

    O que não interior se deve fazer, em curso, é o de considerar a postura durante o ato sexual porquê um método contraceptivo. Além do que no interior de estar demonstrado dentre maneira científica, fazê-lo a pé só reduziria em muito pouca medida as probabilidades do que uma gravidez.

    Existem outros hábitos e fatores mais influentes na capacidade reprodutiva do casal, porquê a idade, o peso, a alimentação, o consumo com tabaco ou os níveis entre estresse.

    Conheça uma solução 100% natural para impotencia

    Impotência ou disfunção erétil é a desazo de conseguir ou manter a ereção imprescindível para relação sexual. Várias doenças que ocorre com homem moderno, compatíveis com nosso atual estilo para toda a vida, podem ter como repercussão obstáculos sexuais, que felizmente, na maior parte dos casos podem ser contornados. Psicoterapeuta é especialista em saúde mental capaz de identificar e lidar os distúrbios e transtornos mentais que podem levar a uma impotência sexual.

    Número reduzido de remédios que combatem a hipertensão também são conhecidos como causados de desvantagens no desempenho sexual masculino. testosterona é principal hormônio sexual masculino e sua deficiência esta diretamente ligado aos problemas sexuais como disfunções erétil e a ejaculação antecipado. Manter uma alimentação saudável e equilibrada é um tratamento natural da disfunção erétil que traz vários benefícios ao corpo.

    Suportar com complicações de impotência sexual casualmente não é impreterivelmente motivo de preocupação. Sendo assim, para as causas emocionais, existem tratamentos como a psicoterapia, e para as causas ligadas ao organismo, existem tratamentos como a injeção direta no pênis de antemão da relação sexual, géis e cremes de tratamento e enrijecimento, reposição hormonal e a popular prótese peniana.impotencia sexualidad masculina sintomas

    Uso destes medicamentos pode ser regular, salvo quando os homens que sofram com esse problema, possuam obstáculos de saúde que comprometem a ereção, como por ex, a diabetes e problemas circulatórios. A disfunção não é unicamente uma fácil decepção para os homens que praticam relações sexuais com suas parceiras, as consequências da ejaculação extemporâneo promovem a perda da qualidade para toda a vida do sujeito.

    Sim, Xtramaster também pode ser empregado para quem possui impotência ou qualquer classe de disfunção erétil. Esse péssimo hábito é um dos principais responsáveis por fomentar problemas relacionados a insuficiência, porque desenvolve a arteriosclerose (endurecimento das artérias). Mas da metade dos homens que sofrem de diabetes irão ao longo do tempo desenvolver disfunção erétil.

    Existem numerosos métodos disponíveis para tratar a insuficiência, a maior parte dos homens preferem tentar alguma coisa natural antes de tomar remédios fortes. Prescindir na alimento de carnes gordas e fritos com excesso de sal também ajuda a evitar complicações que provoquem a insuficiência. Para entender as causas da impotência, é útil saber essencial sobre como uma ereção desenvolve, juntamente com possíveis problemas que ficam no caminho.impotência masculina na juventude

    Remédios naturais para insuficiência, há poucos homens mais ou menos jovens, que sofrem de insuficiência, em ter ou sustentar uma ereção ou subtracção do libido sexual. Caso impecilho tenha aberto após uso do medicação provavelmente este foi a desculpa, mas frequentemente deve-se usar poucos dias para se ter certeza e muitas vezes os efeitos iniciais da medicação tendem a diminuírem ou sumirem, caso persista para de tomar e volte ao seu médico.

    Remédio caseiro para a impotência masculina são usados particularmente contra disfunção erétil , a ereção masculina as vezes precisa de um excitante sexual, seja um viagra natural, progredir a erétil ejaculação, desejo sexual, aumentar libido, aumento peniano ou qualquer outro que seja tratamento natural de remédio insuficiência.

    Numa pesquisa atual da Sociedade Brasileira de Urologia 64% dos homens declaram que que mas os incomoda na relação com a parceira é temor de falhar na hora H. A cultura ocidental, além de aguardar que varão seja forte, corajoso e tenha sucesso em tudo, associou a teoria de masculinidade à potência sexual. chá de marapuama , por exemplo, na sua extensa lista de vantagens apresenta combate eficaz à impotência sexual.

    Um extrato de casca de pinho, piquenogênol pode baixar a pressão arterial e aumentar os níveis de óxido nítrico, que pode ajudar as pessoas com disfunção erétil. Ter uma relação sexual e relacionamento saudável é importante em qualquer relação, desse modo é necessário analisar a falta de libido sexual, dessa forma há diferentes jeitos de táticas usadas para lidar processo de ereção falta e erétil em varão.causas de impotencia masculina em jovens

    Entretanto, os fatores psicológicos também estão presentes quando a causa da insuficiência é puramente orgânica. Uma pesquisa feita por uma Universidade dos Estados Unidos mostrou ma verificação do Power Blue com os remédios para insuficiência masculina mas vendidos do mundo. Neste caso, é preciso realçar que as causas podem ser físicas ou emocionais e, desta maneira, paciente deve agir com sinceridade com dr. com intenção de tenha um diagnóstico preciso.

    E com diagnóstico em mãos, médico irá recomendar tratamento adequado para disfunção erétil, como os resultados apresentados. Sendo um chá muito bom para a saúde, que deseja expor que este pode auxiliar em outras coisas além de somente a insuficiência sexual este chá acaba sendo uma boa opção para conseguir lidar desse impecilho, le também é capaz de aumentar e muito libido sexual cujo toma.

    Para resolver os desvantagens da falta de potência sexual vede que surge primeiro remédio organico para disfunção erétil, líder de vendas na Inglaterra e nas outras nações do Reino Uno, presente também no Brasil presentemente. Varias vezes, a desculpa que desencadeia a insuficiência sexual é passageira. Na disfunção erétil física, a circulação sanguínea para comprometida e também não consegue fluir normalmente até pênis.

    Outro fator não correlacionado a desvantagens físicos, porém sim psicológicos podem produzir painel de disfunção erétil. A obesidade no varão é causa de várias doenças crônicas como diabetes e a hipertensão arterial que podem afetar também desejo sexual masculino, causando além de desvantagens de impotência masculina e ejaculação precoce.

    Por isso, vamos poder concluir que não são só pequeno número de antidepressivos que desenvolvem a falta de libido sexual, mas também quadro de depressão em si já deve ser motivador da impotência sexual masculina. 6 Homens que exercitam assoalho pélvico apresentam melhores resultados do que os que se voltam apenas para mudanças no estilo de vida para arrumar a insuficiência.